//
Você está lendo...
Filosofia da Ciência, Lógica

O “Princípio de Indução” pode ser justificado?

Pois bem… a biblioteca ainda está fechada devido à greve dos técnicos administrativos. Isso significa que demorarei um pouco mais a voltar a falar dos Incas.

Sobre a postura indutivista à qual Chalmers se refere, sabemos que parte do Princípio de Indução como forma legítima de atingir o conhecimento científico. Um dos problemas dessa postura indutivista, segundo Chalmers, é a justificação do Princípio de Indução. Este não pode ser justificado pela lógica porque argumentos indutivos não são logicamente válidos, ou seja, as premissas podem ser verdadeiras e a conclusão ser falsa sem que isso implique uma contradição. Também não pode ser justificado pela experiência porque seria se utilizar do Princípio de Indução para justificar a si mesmo; seria um argumento circular. Logo, o Princípio de Indução não pode ser justificado.

Esse argumento me faz levantar alguns questionamento. Muito bem… mas e a dedução? Como é que a justificaríamos? Pela dedução? Argumento circular. Pela experiência? Se o argumento acima é válido, então não podemos justificar a dedução pela experiência porque a experiência implica no Princípio de Indução, que não pode ser justificado e, portanto, não pode servir de justificativa para a dedução. Vamos dizer o que? Que o Princípio Dedutivo se auto-justifica? Que é um axioma? Uma verdade evidente por si mesma?

Espero que esses questionamentos sejam tão inquietantes para vocês leitores quanto o são para mim. Eu verdadeiramente me preocupo com a dogmatização que fazemos da ciência e na crença que temos em sua superioridade sobre as demais formas de conhecimento.

Chalmers. A. F. O que é ciência afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993, p. 36-40.

Sobre Vinicius Gregory

Sou bacharel e licenciado em história pela Universidade de Brasília (UnB). Hoje trabalho na área de vendas. Represento a Oceanic, uma marca de cosméticos produzidos pela Racco, sediada em Curitiba/PR. A Oceanic oferece boa margem de lucro na revenda de seus produtos e ótimos incentivos na recomendação de novos consumidores e revendedores. Para criar sua conta na Oceanic e passar a consumir ou revender os produtos, basta acessar o link: http://escritorio.oceanic.com.br/u/vgregory

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Indutivismo e Probabilidade « A Ciência, a História e a América - 19 de junho de 2011

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Página no Facebook

Estatísticas do Blog

  • 85,328 Acessos

Quem sou eu


Sou bacharél e licenciado em história pela Universidade de Brasília (UnB). E agora estou cursando o mestrado, também em história, também na UnB. Desenvolvo minhas pesquisas na área de história da América.

%d blogueiros gostam disto: